Turismo na Argentina: visite o país do tango

Posted on

O poeta argentino Enrique Discépolo (1901-1951) disse uma vez que “o tango é um sentimento triste que se pode dançar”. Mas a fama de melancolia passa longe das elevadas cifras geradas pelo turismo na Argentina e pela altíssima qualidade de vida no país. Afinal ele é o mais visitado da América Latina, recebendo em média 5 milhões de turistas por ano. Saiba o porquê neste artigo.

Por que ir à Argentina?

Ir à Argentina e não assistir a uma apresentação de tango é o mesmo que ir a Roma e não ver o papa. Por isso a coreografia é apresentada em bares e casas de show de fácil acesso para o deleite dos apaixonados pelo ritmo mais original da América Latina.

Aliás, o tango foi eleito pela Unesco, Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, no ano de 2009.

Além do tango reconhecido como patrimônio, a Argentina ostenta o posto de terceiro lugar da América do Sul em número de habitantes e o segundo em extensão territorial. O país tem alto Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e o quinto maior Produto Interno Bruto (PIB) dos países latinos.

O que levar

Surgiu aquela dúvida na hora de arrumar as malas para fazer turismo na Argentina? Previna-se das mudanças climáticas repentinas, que são comuns em solo portenho. Veja nossas dicas:

  • Roupas e sapatos para o verão e casacos para o inverno
  • Produtos de higiene pessoal
  • Kit-farmácia com remédios básicos
  • Adaptador de tomadas (em Buenos Aires a voltagem é 220 volts)
  • Peso argentino já trocado

Como chegar

Todos os meios de transporte levam até a Argentina, porém o avião é o mais recomendado para quem está mais distante, seja na América do Norte ou na Europa.  

Mas o avião ainda é o meio mais utilizado devido ao custo da passagem, considerado baixo. Há voos diários partindo das principais cidades brasileiras.

Nesse sentido, há dois aeroportos em Buenos Aires: o Aeroporto de Ezeiza e o Aeroparque. Eles recebem turistas nacionais e internacionais.

Quando ir

Para fazer turismo na Argentina é muito importante analisar se você curte mais o frio ou o calor. Lembrando que o país tem clima temperado, variando de subtropical na região Norte e gelado no extremo Sul.

Portanto a viagem até a Argentina pode ser feita em qualquer época do ano. Mas é bom ficar atento porque devido às altitudes elevadas, o vento frio é uma constante.

O que fazer

Não é somente na capital Buenos Aires que os visitantes encontram deliciosas opções de passeio quando fazem turismo na Argentina. Acompanhe nossas dicas para explorar o interior e até o litoral argentino.

Calle Florida

Calle Florida, no centro de Buenos Aires

A Calle Florida, ou Rua Florida, é uma rua comercial no centro de Buenos Aires. Mas não é só de comércio que vive a Calle Florida. Isso porque o visitante pode apreciar o cenário formado pelos lindos prédios históricos e conservados que são ótimos para tirar aquela foto caprichada.

Além de conhecer as lojas argentinas, o turista mergulha no clima argentino durante o percurso, que é formado por 10 quadras, totalizando 1 km.

Cataratas do Iguazú

O lado argentino das Cataratas

Na Província de Misiones, na Argentina, o turista aprecia a parte argentina do Parque Nacional do Iguazú, que está na tríplice fronteira entre o Brasil, a Argentina e o Paraguai.

Em terras portenhas é possível apreciar as belezas das Cataratas do Iguazú. Imagine quase 3 km de largura e 82 metros de altura de quedas d’água? O espetáculo da natureza é visto todos os anos por quase 2 milhões de turistas.

Mendoza

Mendoza é o roteiro do vinho

Tango combina com vinho, não é mesmo? É por isso que a Argentina também é destino dos enófilos de todo o mundo. A Província de Mendoza, a mais de 1 mil km da capital Buenos Aires, ficou conhecida como o principal roteiro do vinho através das adegas da região.

Há 30 anos foram plantados os primeiros parreirais, mas há pelo menos 15 anos a produção foi aprimorada e os vinhos de qualidade passaram a ser vendidos para todas as partes do mundo.

Mar del Plata

Região portuária tem belas praias

Mar del Plata é a cara da Argentina. A região já foi frequentada por aristocratas do início do século XX e foi sede dos principais cassinos argentinos nos anos 90.

Hoje em dia a região, que é portuária e banhada pelo Oceano Atlântico, é bastante visitada pelos turistas. Entre os atrativos estão os antigos casarões ainda conservados.

Patagônia

Bariloche, na região da Patagônia

Muito frio, áreas desertas, orcas, pinguins e leões-marinhos. Tudo isso é possível encontrar na Patagônia argentina. A região também se estende ao Chile.

Mas é na Patagônia que os turistas e pesquisadores encontram animais e cenários de inverno belíssimos, diferentes do ar urbano de Buenos Aires.

A cidade mais famosa da região é San Carlos de Bariloche, ou simplesmente Bariloche. Ela é reconhecida pelas casas com arquitetura suíça e pelos chocolates deliciosos.

Casa Rosada

Fachada da Casa Rosada
Sede do governo argentino

Em Buenos Aires, um dos prédios mais visitados e também cenário predileto para as selfies é a Casa Rosada, sede do governo argentino.

O imponente prédio abrigou no passado Dom Juan Baltazár, que governava a Áustria, e outras autoridades.

Atualmente o espaço está aberto para visitação, mas é preciso fazer o agendamento prévio. No entanto, se for apenas para apreciar a arquitetura, basta reservar algumas horas do dia para o passeio e não se esquecer da câmera para registrar todos os momentos.

Onde comer

Se você já está decidido a fazer turismo na Argentina na próxima folga ou férias, veja nossas dicas de restaurantes.

Aramburu

O restaurante Aramburu é símbolo da alta gastronomia na Argentina. Além dos pratos de alto padrão que combinam sabores e cores, a casa tem sobremesas exóticas, como o sorvete de pipoca doce.

Parrila Peña

Com preço mais acessível, o restaurante Parrila Peña também fica instalado em Buenos Aires. O visitante que deseja conhecer um pouco mais da culinária local argentina encontra no Parrila Peña pratos saborosos criados na região. O restaurante é tido pelos próprios visitantes como um local simples e agradável.

Oviedo

O restaurante Oviedo, em Buenos Aires, tem uma decoração antiga e um espaço confortável. O tempero é equilibrado e o atendimento é bom, segundo os próprios clientes. Sobram opções de entrada e, na maioria das vezes, não é preciso fazer reserva de mesa.

Sur Restaurant

Localizado em Mar del Plata, o restaurante Sur Restaurant serve os mais variados pratos. Porém a especialidade são frutos do mar. Turistas que vão à Mar del Plata para conhecer a região acabam finalizando o passeio com um jantar no restaurante. O ambiente é tido como agradável e familiar.

Onde ficar

Como você viu é interessante ficar uma temporada maior na Argentina para poder conhecer os principais atrativos de Buenos Aires e interior. Receba agora dicas de hospedagem.

Você está em dúvida? Pesquise os sites da TripAdvisor, Booking e AirBnb para conhecer mais opções.

Para concluir, a Argentina oferece uma experiência inesquecível a quem está indo ao país pela primeira vez ou a quem deseja voltar e fazer os passeios que não foram feitas na primeira viagem, como a ida até a Patagônia ou a degustação de vinhos nas adegas de Mendoza.

Portanto se você deseja conhecer mais um pouco desse país de beleza inigualável na América do Sul, planeje desde já a sua viagem.

Gostou das sugestões de passeio deste artigo? Não perca a chance de deixar abaixo a sua opinião sobre a Argentina.

Gizele Silva
Formada em jornalismo pela Universidade Estadual de Ponta Grossa, no Paraná, e especialista em Mídia, Política e Atores Sociais. É produtora de conteúdo para web e redes sociais na área de turismo e empreendedorismo – https://linkedin.com/in/maria-gizele-da-silva-39935a110/.