Culinária espanhola: pescados e doces fascinantes

Posted on

Se você está pensando em visitar a Espanha, mas ainda tem dúvidas, eu trago um forte motivo para você se convencer da escolha deste destino: a culinária espanhola! Influenciado pelos pratos mediterrâneos e por deliciosas sobremesas, o turismo gastronômico na Espanha será inesquecível.

Principais influências gastronômicas

Como foi dito, a alta gastronomia espanhola se baseia nos mariscos, enquanto que a tradição popular mantém vivas as receitas dos saborosos doces.

Os pescados são soberanos. Não é para menos. O mar Mediterrâneo banha três importantes penínsulas da Europa: Balcânica, Itálica e Ibérica.

A Ibérica, por sua vez, compreende Espanha e Portugal.  E é neste mar, que possui aproximadamente 2,5 quilômetros quadrados de extensão, que saem os principais ingredientes usados pelos chefs espanhóis.

A geografia favoreceu a culinária espanhola. Mas o que você precisa saber é que a agricultura também enriqueceu os cardápios dos restaurantes. E sabe por quê?

As colinas da região da Andaluzia, no Sul da Espanha, possuem as melhores oliveiras. É de lá que são produzidos os mais puros azeites de oliva.

Melhores vinhos

Além disso, a Espanha também conta com extensos parreirais em todas as regiões. Isso resulta em vinhos de variados tipos de uvas e safras de qualidade. Aliás, o espanhol é um típico adorador de vinhos. Seja para consumi-lo sozinho, a dois ou nas animadas festas.

E, para concluir o tema – influências gastronômicas da culinária espanhola – apesar de antiga, a Espanha recebeu muitos povos vindos do outro lado do mundo. Eles influenciaram, portanto, a gastronomia.

Tomates e batatas, por exemplo, foram trazidos pelos americanos a partir do século 15, logo após a descoberta da América por Cristóvão Colombo, em 1492.

Mouros e árabes, na Idade Média, também contribuíram com a cozinha ibérica. Os árabes, aliás, introduziram alimentos, como o arroz, e temperos, como o alho e o açafrão, à culinária espanhola.

Agora que você já conhece melhor o contexto da culinária espanhola, preste atenção nas próximas linhas e saiba quais são os principais pratos deste país tão encantador.

Arroz con Leche

tigela de arroz con leche, com porção em colher

O arroz foi introduzido na Espanha pelos árabes. Além de ser a base de muitos pratos salgados, ele ganhou novas combinações e se tornou uma sobremesa muito requisitada por espanhóis e até turistas que se rendem ao sabor do doce. Ele costuma ser servido tanto quente quanto frio.

Na prática, o Arroz con Leche é igual ao Arroz Doce de nós, brasileiros. A diferença está no acréscimo de raspas de limão e canela em pó. O doce foi, portanto, muito consumido pelas famílias das Astúrias, mas aos poucos se espalhou por todas as regiões da Espanha.

Crema Catalana

Outra sobremesa de se saborear de olhos fechados é a Crema Catalana. Como o próprio nome diz, a sobremesa é tradicional na região na Catalunha, no Nordeste da Espanha.

A sua base é formada por ovos cobertos com açúcar caramelizado e, novamente, muita canela em pó, assim como o Arroz con Leche. Dessa forma, o doce ganha uma cobertura crocante e saborosa.

O creme é muito consumido na festa do Dia de San José e em outras festas populares. Portanto se você estiver passeando pela Espanha, vale a pena experimentar.

Churros com Chocolate

Ir a Madrid e não experimentar o Churros com Chocolate é não mergulhar na cultura espanhola. Por isso, só para deixar você com água na boca, vamos falar um pouquinho dessa sobremesa.

O churros espanhol é fino e sem recheio. Alguns estabelecimentos têm levado inovações à tradicional sobremesa, colocando recheios e até sabores salgados.

Mas, em suma, ele é preparado nas churrerías e servido com uma porção de chocolate. A iguaria é muito consumido no café da manhã, mas é adorado pelos turistas em qualquer horário do dia.

Tapas

tapas espanholas em pratos brancos

Se você gosta de doces, mas é apaixonado para valer pelos pratos salgados, essa dica é para você! A culinária espanhola é marcada pelas famosas Tapas.

As Tapas são aperitivos servidos em bares e restaurantes, sempre acompanhados por um bom vinho ou uma bebida não alcoólica. O costume é bastante antigo e teria surgido na Idade Média.

Segundo pesquisadores, as Tapas surgiram despretensiosamente. Havia o costume de colocar uma fatia de jamón (presunto espanhol) ou de queijo sobre as taças de vinho para evitar que moscas caíssem no líquido e a degustação fosse prejudicada. Foi dessa forma que surgiu o gosto pelo consumo das Tapas.

Tortilla de Patata

porção de tortilla de patata sobre prato

Como já foi mostrado aqui, a batata trazida pelos americanos é um dos ingredientes mais usados na culinária espanhola. É por isso que um dos pratos típicos do país é a Tortilla de Patata.

O prato é consumido em praticamente todas as regiões espanholas. Originalmente, ele é formado por batatas e ovos. A torta até se assemelha com a tradicional omelete brasileira.

Em alguns restaurantes, o prato tem alguns complementos, como linguiça, pimentão e champignon.

Paella

Um símbolo da culinária espanhola é a Paella. O prato reúne os principais ingredientes consumidos na culinária espanhola, encantando os visitantes através do sabor marcante.

Feita de arroz, legumes, frutos do mar, frango e chouriço, a Paella leva em torno de duas horas para ficar pronta e serve a família inteira. O prato mais famoso da culinária espanhola é preparado em todas as regiões.

Mas só para matar uma curiosidade, o prato nasceu em Valência, no Leste da Espanha, entre famílias camponesas. Elas iam para o campo levando arroz e várias misturas em grandes panelas com alças, chamadas de pallas. Com o passar do tempo, o prato se propagou pela Espanha.

Polvo à Galega

prato de polvo à galega com talheres e copo de bebida

A gastronomia mediterrânea está presente no Polvo à Galega. Assim como outros frutos do mar acabam sendo as estrelas dos principais pratos da alta gastronomia espanhola, o polvo é muito apreciado na região da Galícia, no Noroeste da Espanha.

Tanto é que surgiu o prato Polvo à Galega. Nele, o polvo é cortado em pedaços e embebido com muito azeite, incrementado com tiras de pimentão.

A especialidade ainda é muito apreciada em feiras e romarias, mas também é servido nos principais restaurantes. Normalmente, ele é servido em pratos de madeira, com uma bela apresentação, fazendo jus aos pratos mediterrâneos.

Onde comer

Agora que você já conheceu os pratos típicos da culinária espanhola, veja as dicas do blog Todos Destinos de onde comer na Espanha. Confira!

Marqués de Riscal

Quem é apaixonado por vinhos, não pode deixar de conhecer a vinícola Marqués de Riscal, em Álava, na região do País Basco, na Espanha. A primeira adega foi fundada em 1858 e, desde então, conquista fãs de todo o mundo.

Os herdeiros fundaram a Cidade do Vinho, cuja sede é o prédio projetado pelo renomado arquiteto Frank O. Gehry. Visitantes podem fazer a reserva online para as sessões de degustação dos melhores vinhos do planeta.

Mercado Jamón Ibérico

O Mercado Jamón Ibérico, na capital Madrid, não é exatamente um restaurante, mas contém os melhores exemplares do petisco mais consumido na Espanha: o jamón. Por isso, é quase impossível não fazer uma visitinha ao local ao visitar a Espanha.

O jamón é o presunto cru dos espanhóis, é a carne de porco preto espanhol, curado por cerca de 18 meses antes de ser vendido no mercado. O local conta ainda com os melhores queijos, azeites e vinhos espanhóis.

Sobrino de Botín

O restaurante mais antigo do mundo em atividade é o Sobrino de Botín, em Madrid. Fundado em 1725 como Casa Botín pelo francês Jean Botín, o local foi herdado por Candido Remis e sobrevive até hoje.

Foi no Sobrino de Botín que o artista Francisco de Goya trabalhou como garçom e que o escritor Ernest Hemingway se inspirou para escrever trechos do livro Fortunata y Jacinta de Benito Pérez Galdós, no século 19. Vale a pena conhecer de perto esta preciosidade.

Em resumo, a culinária espanhola é condizente aos pontos turísticos do país, que é um dos que mais recebem turistas brasileiros na Europa. As sobremesas e os frutos do mar, bem como a paella e o jamón, aguçam a curiosidade de quem ainda não conhece o país.

Agora é com você: deixe nos comentários qual dos pratos da culinária espanhola mais atraíram o seu paladar.

Gizele Silva
Formada em jornalismo pela Universidade Estadual de Ponta Grossa, no Paraná, e especialista em Mídia, Política e Atores Sociais. É produtora de conteúdo para web e redes sociais na área de turismo e empreendedorismo – https://linkedin.com/in/maria-gizele-da-silva-39935a110/.