4 lugares perfeitos para a prática do rapel em Minas Gerais

Posted on

O rapel é uma técnica de descida com cordas criada por estudiosos de cavernas franceses no início do século XX. Adotada pelos amantes dos esportes radicais ao longo dos anos, a prática é, atualmente, uma atividade muito popular em vários lugares do mundo.

No Brasil, Minas Gerais é um dos destinos preferidos para os os apaixonados pela modalidade. Praticantes experientes e iniciantes encontram no estado todos os elementos para uma aventura perfeita: magníficos paredões rochosos, lindas cachoeiras, pontes e muitas outras belezas naturais que confirmam a conhecida vocação da região para o ecoturismo.

Conheça a seguir 4 lugares ideais para praticar rapel em Minas Gerais e escolha o destino da próxima aventura:

1. Rio Acima

Rio Acima possui 9.000 habitantes e está situada a 35 km de Belo Horizonte. Seu território fica totalmente inserido em uma área de proteção ambiental e conta com diversas cachoeiras e nascentes, além de um trecho da histórica Estrada Real.

A cachoeira Chica Dona é o ponto preferido dos praticantes de rapel na cidade. Nela, a descida é feita por dentro da queda d’água, que chega a 60 metros de altura, e oferece grandes emoções, além de lindas paisagens.

2. Capitólio

Próxima à Serra da Canastra, no sudoeste do estado de Minas Gerais, Capitólio é uma das 34 cidades banhadas pelo Lago de Furnas. A região é repleta de cânions e trilhas cercadas por vegetação nativa, que fazem da pequena cidade um destino interessante para os apaixonados por esportes radicais.

Entre os vários locais propícios para a prática do rapel no município e em seus arredores, destaca-se a ponte sobre o Rio Turvo, frequentada por turistas de todas as partes do país em busca de experiências com muita aventura em Capitólio.

3. Belo Horizonte

Nem só de façanhas pelo interior do estado vivem os praticantes do rapel em Minas Gerais. No limite entre Belo Horizonte e Nova Lima, duas pontes — P1 e P2 — são paradas obrigatórias para os aventureiros, que usam as estruturas urbanas para desafiar a gravidade e sentir a adrenalina circular pelo corpo.

A primeira ponte tem cerca de 15 metros de altura e está situada em local de fácil acesso no bairro Belvedere. Já a segunda conta com um vão de aproximadamente 45 metros e, para chegar até ela, é necessário percorrer uma pequena trilha.

Diversos grupos sediados na cidade organizam expedições para o local, o que faz da atividade uma ótima opção para turistas e moradores da capital e região metropolitana.

4. Lavras Novas

Distrito localizado a 20 km de Ouro Preto, Lavras Novas se destaca por suas belezas naturais. Montanhas, mirantes e cachoeiras de encher os olhos têm atraído turistas de todos os cantos do país, encantados pelo charme do pequeno vilarejo.

Em Lavras Novas, os locais preferidos dos rapelistas são a Serra do Buieié e a cachoeira do Areião, com suas descidas com vários níveis de dificuldade e alturas que variam entre 20 e 50 metros.

Agora que você já sabe para onde ir, alguns cuidados tornarão a experiência ainda melhor: escolha um instrutor certificado e experiente, busque orientações sobre equipamentos e procedimentos e tire todas as dúvidas antes da descida. Segurança em primeiro lugar!

Aproveite para descobrir tudo que você precisa saber antes de praticar rapel e prepare-se para viver sensações inesquecíveis. Até a próxima!

Marco Dantas
Graduado em Administração de Empresas na UNA-BH em 2012, e atualmente fazendo a segunda graduação em Ciências Econômicas na UFMG. Possui experiência em empresas de portes e ramos variados, tendo atuado nos setores comercial, administrativo e financeiro. Nos últimos três anos está atuando como redator e revisor criativo no Experiências Brasil.