5 coisas que você vai aprender em uma cervejaria artesanal

Posted on

A cerveja é uma grande paixão nacional. Mas, para alguns apreciadores da bebida, apenas bebê-la não é o suficiente; é necessário conhecer os ingredientes, entender o processo de produção e ver na prática como a mágica acontece.

Para esse público, uma excelente forma de aprender sobre o assunto é visitar uma cervejaria artesanal. Nesse tipo de visita, os participantes, na companhia de um mestre cervejeiro, passeiam pela linha de produção e conversam sobre o tema. Tudo isso com direito a muitas informações, curiosidades e, claro, degustação.

Portanto, além de sabores marcantes, uma visita como essa também pode proporcionar muito aprendizado. Não acredita? Então confira a seguir 5 coisas que você vai aprender em uma fábrica de cervejas artesanais:

1. Como é produzida a cerveja

Durante a visita a uma cervejaria artesanal, o participante observa todo o processo de fabricação e vê de perto técnicas e procedimentos de produção, desde a seleção dos ingredientes até a obtenção do produto final, passando por controle de qualidade e armazenamento.

Amantes da bebida conhecem na visita a fascinante jornada das cervejas artesanais, partindo de sua criação até chegar aos copos do Brasil e do mundo.

2. Quais são os principais tipos de cerveja

Pilsen, Porter, Stout, Pale Ale, cervejas de trigo… Existem muitos tipos de cerveja e, com tantos nomes e características diferentes, não é difícil se confundir na hora de escolher qual o mais adequado para cada ocasião ou qual experimentar na próxima oportunidade.

Aproveite a presença do guia para tirar dúvidas sobre sabores, propriedades, origem das cervejas e muito mais curiosidades relacionadas ao universo cervejeiro.

3. Como harmonizar cerveja com pratos

A harmonização é uma arte complexa e cheia de nuances. Com a grande quantidade de gostos e aromas a serem explorados, saber combinar cervejas e pratos é uma habilidade que pode ser usada na criação de poderosos estímulos sensoriais.

Pegue dicas de harmonização durante a visita. Depois de ouvir os conselhos do especialista, tente criar suas próprias combinações e se delicie com os resultados.

4. Como começar a produzir cerveja

Se você anda pensando em se tornar um mestre cervejeiro, visitar uma cervejaria artesanal é uma boa oportunidade para conhecer os recursos necessários para iniciar os trabalhos.

Tire proveito da ocasião para adquirir conhecimentos que poderão ser aplicados no futuro. Pergunte sobre equipamentos, processos e investimento. Dessa forma, será mais fácil ter uma ideia sobre os próximos passos a seguir para realizar o sonho de produzir a própria cerveja.

5. Como degustar cervejas

Sabor, textura, aroma, coloração e espuma são algumas das características que variam de acordo com o tipo de cerveja consumido. Para avaliar com precisão atributos como esses, nada melhor que a boa e velha degustação.

O mestre cervejeiro indicará as propriedades a serem analisadas na hora de degustar uma cerveja. Além disso, dará detalhes sobre aspectos como o tipo de copo a ser utilizado e as temperaturas adequadas para o consumo da bebida.

Cervejarias artesanais, além de tudo, são normalmente situadas em locais de belas paisagens, com ambiente propício para visitas agradáveis e divertidas. Conectar-se a lugares através de experiências como essa é um jeito especial de se envolver com atividades, pessoas e novas descobertas. Aproveite essa chance!

Agora que você já sabe que uma visita a uma cervejaria artesanal pode ser muito proveitosa, é hora de convidar a família, amigos e conhecidos e viver essa experiência. Volte depois por aqui para nos contar o que achou, combinado?

Marco Dantas
Graduado em Administração de Empresas na UNA-BH em 2012, e atualmente fazendo a segunda graduação em Ciências Econômicas na UFMG. Possui experiência em empresas de portes e ramos variados, tendo atuado nos setores comercial, administrativo e financeiro. Nos últimos três anos está atuando como redator e revisor criativo no Experiências Brasil.