7 cidades na Estrada Real que você precisa conhecer

Posted on

Criada no final do século XVII com a descoberta do ouro na região de Minas Gerais, a Estrada Real é um dos grandes atrativos turísticos do Brasil. Dividida em quatro caminhos — Caminho Velho, Caminho Novo, Caminho dos Diamantes e Caminho do Sabarabuçu — que englobam 179 municípios, a tradicional rota guarda incríveis belezas naturais e relíquias de grande valor histórico.

Que tal descobrir algumas das mais preciosas riquezas que a Estrada Real conserva há mais trezentos anos? Confira a seguir 7 cidades que você precisa conhecer e prepare-se para sensações que ficarão na memória para sempre!

1. Ouro Preto

Ouro Preto é a grande estrela da Estrada Real, que foi criada para ligar a cidade — que se chamava Vila Rica e era a capital de Minas Gerais — a Paraty, no estado do Rio de Janeiro.

Suas famosas ladeiras abrigam tesouros arquitetônicos da época colonial e cenários inesquecíveis para seus visitantes. Tantas atrações renderam ao município, em 1.980, o reconhecimento pela UNESCO como Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade.

As igrejas de São Francisco de Assis e São Francisco de Paula, o Museu da Inconfidência e a Casa dos Contos são alguns dos pontos turísticos mais importantes da cidade. Destacam-se também o Teatro Municipal e a Casa de Tiradentes. Outra opção na cidade é visitar a Feirinha de Ouro Preto, repleta de itens de artesanato e esculturas em pedra-sabão.

Quem passar pela região no mês de julho pode conferir ainda o tradicional Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana, que oferece intensa programação artística e cultural há mais de 50 anos.

Distante 25 quilômetros de Ouro Preto está Lavras Novas. No charmoso distrito, viajantes podem ver de perto lindas casas cheias de cores, conhecer mirantes com vistas de tirar o fôlego e se aventurar na prática de esportes radicais. Imperdível!

2. Mariana

Igrejas construidas pela irmandades de São Francisco e Nossa Senhora do Carmo

Mariana foi a primeira capital de Minas Gerais e está localizada a aproximadamente 13 quilômetros de Ouro Preto, percurso que pode ser realizado em 1 hora na histórica Maria Fumaça,

A cidade conta com uma fascinante arquitetura em estilo barroco. Entre os principais pontos turísticos estão a Casa de Câmara e Cadeia, o Museu de Música de Mariana, a casa do poeta Alphonsus de Guimaraens e a Catedral Basílica da Sé, uma das mais ricas do Brasil. As belas praças Cláudio Manoel, Gomes Freire e Minas Gerais dão uma noção aos turistas de como é a vida da população marianense.

Nas imediações da cidade, o destaque é a Mina da Passagem, maior mina de ouro aberta a visitas do mundo. No local, é possível descer a uma profundidade de 120 metros a bordo de um carrinho utilizado há cerca de 200 anos, em uma agradável expedição que dura 30 minutos.

Leia também: O guia completo de experiências gastronômicas pela Estrada Real

3. Carrancas

Para quem gosta de cachoeiras, grutas e serras, Carrancas é a destino ideal. A pequena cidade do sul de Minas faz parte do Caminho Velho da Estrada Real e já foi cenário de novelas devido à sua natureza exuberante.

Um dos destaques da região é o Complexo da Zilda, que conta com uma cachoeira de mesmo nome, pequenas quedas d’água, um escorregador natural e paredões rochosos com pinturas rupestres. Ali também se encontra a nascente do Rio Capivari.

Não deixe de conhecer a Cachoeira da Fumaça, o Poço do Coração, a Cachoeira da Esmeralda, a Gruta da Cortina e a Chapada dos Perdizes. Confira também as simpáticas ruas e construções, além do trabalho dos talentosos artesãos locais.

Para os amantes dos esportes de aventura, saltar da Rampa de Voo Livre e pedalar pelas belas trilhas em meio à rica vegetação nativa são apenas algumas das opções encontradas em Carrancas. Um roteiro para ninguém botar defeito!

4. Tiradentes

Passear por Tiradentes é como fazer uma viagem no tempo. Considerada por muitos a mais charmosa cidade histórica de Minas Gerais, seus principais encantos são os casarões coloniais, a atmosfera pacata do interior mineiro e, claro, a deliciosa gastronomia local.

As atrações estão concentradas, em sua maioria, no Centro Histórico. O Largo das Forras, o Chafariz São José, o Monumento a Tiradentes, os restaurantes de comida mineira e as lojas de artesanato são programas obrigatórios para visitantes. Outra dica é percorrer a Rota das Igrejas, que termina com uma visita ao Santuário da Santíssima Trindade.

Com 7.000 habitantes, Tiradentes convida seus visitantes a entrar em contato com seu ritmo tranquilo e desfrutar a vida longe da correria típica dos grandes centros urbanos.

5. São João del Rei

Distante cerca de 15 quilômetros de Tiradentes — viagem que pode ser realizada de trem —, São João del Rei preserva, até os dias de hoje, muitas das tradições da época do Brasil Colônia. Os tradicionais sinos que ecoam pela cidade, as orquestras de música sacra e os mais de 700 imóveis tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico fazem do município o destino perfeito para os interessados em história e cultura.

O grande cartão-postal é a Igreja de São Francisco de Assis — cuja fachada foi criada por Aleijadinho — e as imponentes palmeiras imperiais em seu entorno. Outros pontos que merecem destaque são a Ponte do Rosário, a Rua das Casas Tortas, o Memorial Tancredo Neves e o Mercado Municipal, reduto das famosas peças de artesanato feitas em estanho.

Fora da cidade, a dica é conhecer a Serra do Lenheiro, formação rochosa repleta de pinturas rupestres feitas há mais de 6.000 anos e grandes paredões de pedra. Convite irresistível aos amantes da escalada!

6. São Tomé das Letras

Casa da Pirâmide em São Tomé das Letras

São Tomé das Letras é um lugar místico. Com suas agradáveis ruas de pedra e clima montanhoso, o município do sul de Minas é ideal para meditar, refletir e entrar em contato com a espiritualidade que o envolve.

A vista do pôr do sol na Pedra da Bruxa e na Casa da Pirâmide, as grutas São Tomé e Carimbado e as cachoeiras Vale das Borboletas, Eubiose e Véu da Noiva são alguns dos atrativos do local, que pode ser conhecido de forma independente ou com a ajuda de guias.

Na cidade de Sobradinho, localizada a 15 quilômetros de São Tomé, a dica é visitar a Gruta de Sobradinho, a Cachoeira da Lua e a Fundação Harmonia, ponto de estudo de várias religiões e belos monumentos.

7. Diamantina

Diamantina integra o Caminho dos Diamantes da Estrada Real, criado para facilitar o escoamento das pedras preciosas encontradas na região nos tempos do Brasil Colônia.

O Parque Estadual do Biribiri, a Feira do Mercado Municipal e o belíssimo prédio do Fórum são algumas das atrações que você não pode perder. Visite também a Casa da Glória, a Casa de Juscelino Kubitschek, o Museu do Diamante e o Museu Chica da Silva.

Não perca: Mais 5 cidades da Estrada Real que você precisa conhecer

Para aqueles que desejam curtir a estação mais fria do ano em grande estilo, o Festival de Inverno de Diamantina é um dos mais tradicionais do estado, com variadas manifestações artísticas, culturais e gastronômicas.

A aproximadamente 50 quilômetros ao sul da cidade, está localizado o distrito de Milho Verde. No tranquilo povoado, as montanhas e paisagens da Serra do Espinhaço compõem o cenário perfeito para recarregar as energias. Não deixe de conhecer!

A Estrada Real oferece roteiros de viagem incríveis que podem ser desfrutados em qualquer época do ano. Agora que você já sabe por onde começar a explorar essa rota cheia de história, cultura e muitas belezas naturais, que tal fazer as malas e cair na estrada para viver experiências inesquecíveis?

Até a próxima!

Marco Dantas
Graduado em Administração de Empresas na UNA-BH em 2012, e atualmente fazendo a segunda graduação em Ciências Econômicas na UFMG. Possui experiência em empresas de portes e ramos variados, tendo atuado nos setores comercial, administrativo e financeiro. Nos últimos três anos está atuando como redator e revisor criativo no Experiências Brasil.