Conheça os deliciosos pratos típicos de Roraima

Posted on

Roraima, no Norte do Brasil, tem mais atrativos do que se imagina. As belezas naturais atraem turistas o ano todo. Mas o estado possui ainda uma variada gastronomia. Ela é ligada à cultura indígena e aos tropeiros. Conheça aqui algumas das delícias da cozinha roraimense e prepare-se para ter uma experiência incrível.

Eleita pelo gosto popular como o prato típico do estado, a paçoca com banana é uma iguaria que aguça a curiosidade dos moradores do Sul e Sudeste. Outro prato tradicional é o pé de moleque, que ganha um toque especial ao ser enrolado em folha de bananeira.

Sem falar nos sucos, que apanham da natureza o melhor do sabor das frutas nascidas em abundância na região Norte. Um deles é o caçarí, considerada a fruta com a maior concentração de vitamina C do mundo.

Paçoca com banana tem origem controversa

A receita de paçoca com banana leva farinha, banana, carne seca ou charque batidos no pilão tradicional, com a força dos braços. O prato é tão famoso em Roraima que ele é o mais consumido no Festejo Quarto de Bode.

O festival já dura três décadas e ocorre no município de Amajari, a 155 km da capital Boa Vista. Uma vez por ano, o roraimense recebe turistas para curtir o festival, movidos à paçoca com banana e bandas de forró.

Entretanto a origem do prato, que é o principal produto do turismo gastronômico de Roraima, é incerta. Alguns estudiosos dizem que tudo começou com os tropeiros e outros que se originou nas tribos indígenas.

Prato está relacionado ao símbolo da fartura

Os tropeiros nordestinos que iam à região Norte vender bois colocavam mantas de carne seca embaixo das selas antes da montaria. O movimento do cavalo no trajeto triturava a carne, que era misturada à farinha e aos demais ingredientes.

Você certamente já ouviu a expressão “por cima da carne seca”. Ela remete à fartura dos tropeiros que viam na carne seca a certeza de passar dias e noites com comida garantida, já que o alimento dificilmente estragava.

Outros acreditam que a paçoca é uma contribuição indígena, já que o pilão era um objeto comum nas tribos, além, é claro, da abundância de banana nas plantações.

O que é indiscutível, porém, é que a paçoca com banana gera renda para muitas famílias roraimenses que preparam e vendem a iguaria à beira das estradas de Roraima. Além do sabor, a comida não precisa ser refrigerada, aumentando assim a durabilidade.

Pé de moleque é assado na folha de bananeira

Uma das principais atrações da gastronomia de Roraima é o pé de moleque assado na folha de bananeira. No pé de moleque tradicional, o amendoim é o principal ingrediente. Já no pé de moleque da região Norte, a receita leva farinha de mandioca, açúcar, canela, castanha e erva-doce.

A massa é preparada, separada em pedaços quadrados e envolvida em folhas de bananeira para ir direto ao forno. O doce é retirado ainda quente, cortado em quadradinhos e servido.

Normalmente a iguaria é apreciada no café da manhã. A folha de bananeira garante o sabor original da sobremesa.

Sucos refrescantes com frutas típicas do Norte

Roraima é um estado quente como os demais da região Norte. A capital Boa Vista, por exemplo, apresenta temperatura média de 27,2ºC durante o ano. Para se refrescar com saúde nada melhor que os sucos das frutas típicas da região. Eles são vendidos nas lanchonetes e bares espalhados por Roraima.

Os sucos mais requisitados são os de cupuaçu, gaviola, buriti e caçari. Para viver ainda mais a experiência de estar em Roraima uma boa pedida é o guaraná, que é consumido puro ou misturado com as frutas da região.

Curioso para provar estas delícias? Deixe nos comentários a sua impressão.

Gizele Silva
Formada em jornalismo pela Universidade Estadual de Ponta Grossa, no Paraná, e especialista em Mídia, Política e Atores Sociais. É produtora de conteúdo para web e redes sociais na área de turismo e empreendedorismo – https://linkedin.com/in/maria-gizele-da-silva-39935a110/.